FACULDADE SANTA FÉ

FACULDADE SANTA FÉ
CURSOS

LOUVOR

LOUVOR

sábado, 19 de agosto de 2017

U.I. Alexandre Costa, realiza gincana em comemoração ao Dia do Estudante

Por: Valdivan Alves
As equipes que disputaram a gincana
Na tarde deste sábado(19/08) A U.I Alexandre Costa, realizou uma "Gincana Estudantil"entre os alunos de 6º ao 9º anos. Com várias provas competitivas, todos participaram com extrema disposição das competições. A equipe campeã foi a equipa amarela, em segundo lugar ficaram empatadas as equipes vermelha e azul. 

Durante a gincana, foram promovidas diversas atividades. O objetivo era de promover um momento cultural e apresentar aos alunos uma forma diferente de aprendizado.
Desfile das alunas representando as equipes
A gincana é uma atividade pedagógica, a qual faz parte do calendário escolar e que tem como meta primordial a integração da comunidade escolar. A atividade é integrada ao projeto norteador por área do conhecimento, e que é planejada com todos os professores
Disputa de quem bebia o litro de refrigerante em um minuto
Foi mais uma ação promovida pela própria escola com o apoio da Secretaria de Educação em comemoração ao “Dia do Estudante”. Os alunos realizaram diversas tarefas como, pergunta e resposta, desfile para decidir a aluna que se destacou mais na passarela, entre outras competições.

A Direção parabeniza todos os alunos do 6º, 7º, 8º e 9º ano,  e todo o corpo docente, pois não mediram esforços para realizar as atividades.

Aluna campeã do desfile
Professora Raciele e  Ivanilde
Shirley
A especialista Fabiana coordenando os trabalhos


sexta-feira, 18 de agosto de 2017

IBGE: Falta trabalho no país para 26,3 milhões no 2º trimestre

Taxa mostra que país tinha 23,8% da força de trabalho subutilizada no 2º trimestre, o que equivale a uma queda de 0,3% em relação ao trimestre anterior. No final de 2016, taxa era de 22,2%
Taxa mostra que país tinha 23,8% da força de trabalho subutilizada no 2º trimestre, o que equivale a uma queda de 0,3% em relação ao trimestre anterior. No final de 2016, taxa era de 22,2%
O mercado de trabalho brasileiro encerrou o segundo trimestre do ano com 26,3 milhões de trabalhadores desocupados e subocupados – cerca de 200 mil a menos que no trimestre anterior. É o que aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) divulgada nesta quinta-feira (17) pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa ficou em 23,8% no segundo trimestre, o que representa uma queda de 0,3% em relação ao trimestre anterior. “Isso indica estabilidade da taxa”, apontou o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo.

A taxa composta de subutilização da força de trabalho agrega os trabalhadores desempregados, aqueles que estão subocupados (por poucas horas trabalhadas) e os que fazem parte da força de trabalho potencial (não estão procurando emprego).

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua – Trimestral para Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação, referentes ao trimestre encerrado em junho.

Os principais resultados da Pnad Contínua já foram divulgados no dia 28 de julho e mostraram uma taxa de desemprego de 13,0%, resultado 0,7 ponto percentual menor que no trimestre encerrado em março.

Regiões e setores 

O detalhamento da PNAD apresentado nesta quinta-feira mostrou, ainda, que, à exceção do Nordeste, o número de desempregados caiu em todas as grandes regiões do país entre o primeiro e o segundo trimestre do ano. Apesar disso, conforme enfatizou o coordenador da pesquisa, “em relação ao ano passado, o quadro continua crítico em todas as regiões”.

Pernambuco (18,8%) e Alagoas (17,8%) registraram as maiores taxas de desocupação no 2º trimestre 2017 frente ao trimestre anterior, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua.

O setor que mais puxou a alta no número de trabalhadores ocupados foi o industrial. Segundo Cimar Azeredo, esta alta na contratação da indústria foi mais intensa em São Paulo. O economista ponderou que este é o bom sinal para o mercado de trabalho.

“São Paulo, querendo ou não, tem um efeito ‘farol’. Em processos de crise, já observamos que quando São Paulo começa a apresentar sinais de recuperação, logo em seguida estes sinais se disseminam nas outras regiões”
Azeredo destacou que a taxa de desocupação apresentou queda em 11 das 27 UFs analisadas pelo IBGE. Em outras

14, a taxa ficou estável. Somente Rio de Janeiro e Pernambuco apresentaram aumento da taxa de desocupação.
“O Rio de Janeiro teve uma taxa de ocupação estável e um aumento de 114 mil desocupados. Hoje, o Rio tem 1,3 milhão de desocupados, um aumento de quase 10% em relação ao trimestre anterior”, destacou o pesquisador.

Já em Pernambuco, Azeredo chamou a atenção para o fato de que houve uma queda de 10,6% no número de postos de trabalho com carteira assinada. Isso significa que no primeiro semestre do ano, 117 mil trabalhadores perderam o emprego formal no estado.

“Essa queda se deu principalmente no grupamento da agricultura. No ano, chegou a reduzir em 22% o número de carteira de trabalho neste setor”, enfatizou o pesquisador. Questionado sobre o motivo que levou a esse efeito no setor agrícola justamente num ano em que o país registra super safra, Azeredo disse que o levantamento do IBGE não foi capaz de apontar. “Precisamos investigar melhor este movimento”.

Cai a diferença na desocupação entre homens e mulheres

A PNAD mostrou que houve significativa diminuição da diferença da taxa de desocupação entre homens e mulheres ao longo da série histórica da pesquisa. No primeiro trimestre de 2012, a diferença era de 10 pontos percentuais. No segundo trimestre deste ano a diferença foi de apenas 0,6%.

Isso não mostra que a situação das mulheres está melhor ou que elas não estejam perdendo emprego, segundo o IBGE. As mulheres ainda são maioria na população de desocupados. O que acontece é que os homens estão perdendo mais emprego que elas, principalmente por causa do efeito da crise econômica no setor da construção”, ponderou Cimar Azeredo.

População empregada e rendimento

A população ocupada no 2º trimestre de 2017, estimada em 90,2 milhões de pessoas, possuía 68,0% de empregados (incluindo domésticos), 4,6% de empregadores, 24,9% de pessoas que trabalharam por conta própria e 2,4% de trabalhadores familiares auxiliares. Nas regiões Norte (31,8%) e Nordeste (29,8%), o percentual de trabalhadores por conta própria era superior ao das demais regiões.

No 2º trimestre, 75,8% dos empregados do setor privado tinham carteira de trabalho assinada. As regiões Nordeste (60,8%) e Norte (59,0%) tinham as menores estimativas desse indicador. Entre os trabalhadores domésticos, a pesquisa mostrou que 30,6% deles tinham carteira de trabalho assinada. No mesmo trimestre de 2016, essa proporção havia sido de 33,2%.

Tanto o rendimento médio real (R$ 2.104) de todos os trabalhos quanto a massa de rendimento médio real (R$ 185,1 bilhões) ficaram estáveis no 2º trimestre de 2017.


Fonte: G1/VG

CHAPADINHA: APSC Convoca todos os sócios para reunião da AGE

Por: Valdivan Alves
Associação de Publicidade Sonora de Chapadinha (APSC)

CNPJ 13.982.794/0001-88 Insc. Municipal 2011.819.2975.

Rua Sete de setembro, 122. B. Campo Velho-65.500-000 Chapadinha–MA. Fone:(98)99126-5117–WhatsApp 99126-5114






                               EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/17

De conformidade com o Estatuto vigente, no capitulo IV - da ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA (AGE), Art.13. Convocamos a todos (as) os Sócios (as) da APSC, para participarem da Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada quarta-feira, dia 23 de agosto de 2017, as 19h. Na residência do sócio Nonato. Na Rua Eurico Dutra,622, B. Aparecida nesta cidade.

Com a finalidade de tratar da seguinte pauta:

1- Leitura do Edital de Convocação;

2- Aprovação da Ata;

3- Lei do Silencio;

4- A proposta para quitação das mensalidades;

5- Debater a realização da eleição para nova Diretoria

6- Respeito dos horários de propaganda diurnos e outros assuntos de importância para categoria.





                     Chapadinha, 18 de agosto de 2017 


quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Pastor Adão vai distribuir 2 mil cestas básicas em congresso de missões


Começaram os preparativos para o 10º Congresso Militantes Missionários, que acontece anualmente na cidade de Redenção no interior do Pará.
O evento é organizado pelo reverendo Adão Santos, conhecido pelas frequentes manifestações de cura durante suas ministrações, e marcado por uma deficiência visual.

O Fuxico Gospel conversou com exclusividade com o reverendo Adão Santos, e sobre o congresso ele já adiantou que, na edição de 2018, ele pretende distribuir durante os 13 dias de evento, cerca de duas mil cestas básicas.

Além disso, o Militantes contará novamente com cerca de 80 pregadores e mais de 150 cantores, dentre eles, Samuel Mariano, Marco Feliciano, Napoleão Falcão, Shirley Carvalhaes, Mara Lima e muitos outros.

Adão Santos contou a nossa reportagem, que o congresso tem um núcleo de missões, e mantem cerca de 88 missionários e suas respectivas famílias ao redor do mundo.
Eles estão espalhados pela Bolívia, Haiti, Cuba, Guiné-Bissau, e no Brasil, estão no Ceará, Pernambuco, Paraíba, Pará e Amazonas.

Também conta com um projeto que fornece 1 (Uma) refeição por dia, para cerca de 300 crianças em Cidade Alta de La Paz, na Bolívia.

Além de todo o envolvimento com missões, o congresso Militantes tem se destacado por abrir portas para uma nova geração de pregadores, uma nova fornada que tem encontrado espaço com bastante sabedoria e reverência, no altar do Militantes. 

O congresso terá início no dia 21 de fevereiro e vai até 5 de março de 2018.
Prepara sua caravana!

Com informações: FG

Governo propõe salário mínimo R$ 10 menor em 2018

O valor do salário mínimo pode mudar até o início do próximo ano, segundo o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira
O valor do salário mínimo pode mudar até o início do próximo ano, segundo o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira
A revisão das projeções econômicas para 2018 levou o governo a reduzir o salário mínimo para o próximo ano. O valor de R$ 979 que consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) passará para R$ 969 durante a elaboração do Orçamento.

A redução ocorreu por causa da queda na projeção de inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2017. No fim de julho, o governo tinha revisado a estimativa para a inflação oficial de 4,3% para 3,7%.

Por lei, até 2019, o salário mínimo será definido com base no crescimento da economia de dois anos antes mais a inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), indicador próximo ao IPCA, do ano anterior. Como o PIB recuou 3,6% em 2016, a variação negativa não se refletirá no salário mínimo de 2018.

De acordo com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o valor do salário mínimo pode mudar até o início do próximo ano. Segundo ele, o Orçamento trabalha apenas com estimativas. “O salário mínimo só será conhecido em janeiro. Até lá, várias coisas podem mudar”, declarou.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: Agência Brasil/VG

Meta fiscal: Governo eleva rombo a R$ 159 bi e adia reajuste a servidores


Governo vai adiar reajuste de servidores, mudar tributos e teto salarial. Medidas visam a redução de custos e foram anunciadas após proposta para elevar teto do rombo para as contas públicas
Governo vai adiar reajuste de servidores, mudar tributos e teto salarial. Medidas visam a redução de custos e foram anunciadas após proposta para elevar teto do rombo para as contas públicas
O governo anunciou nesta terça-feira (15) uma série de medidas que visam a redução de custos, entre elas o adiamento, por um ano, do reajuste prometido a servidores a partir de janeiro de 2018 e a instituição de teto salarial no serviço público, que não poderá ultrapassar os R$ 33,4 mil pagos a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

As medidas foram anunciadas logo após os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, confirmarem que o governo vai propor ao Congresso elevar o teto para o rombo das contas públicas em 2017 e 2018, para R$ 159 bilhões.

O governo também propôs mudanças em tributos, a extinção de 60 mil cargos públicos, que estão atualmente vagos, e o aumento do prazo para progressão da carreira dentro do serviço público, que de 13 vai passar a ter 30 níveis.

Para terem validade, as medidas terão que ser aprovadas pelo Congresso. A única exceção é a decisão do governo de adiar um benefício a empresas exportadoras por meio do chamado Reintegra. Veja abaixo detalhes sobre as medidas.

Adiamento de reajustes

Governo eleva previsão de rombo de 2017 e 2018 para
 R$ 159 bilhões. Equipe econômica também quer
        cobrança sobre fundos de investimento
O governo anunciou que vai adiar, por um ano, o reajuste acordado com algumas categorias de servidores e que seria pago a partir de janeiro de 2018. A previsão é que isso gere uma economia de R$ 5,1 bilhões no ano que vem.

Entre as categorias atingidas estão docentes; policiais civis e militares de ex-territórios; carreiras jurídicas; servidores do Banco Central, Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e Instituto Brasileiro de Geografía e Estatístiva (IBGE); Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal; Auditores da Receita Federal e do Trabalho; peritos do INSS; diplomatas e oficiais de chancelaria.

“Havia algumas categorias com previsão de reajuste em janeiro e outras em agosto. Todos esses reajustes serão postergados em 12 meses”, disse o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira.

Estágio probatório e progressão de carreira

O governo também propôs alterações na carreira dos servidores públicos, entre elas a criação de um estágio probatório no qual os servidores não poderão ter salário maior que R$ 5 mil. Com o passar do tempo, os salários vão crescendo gradualmente.

De acordo com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o governo paga hoje “o dobro, às vezes o tripo, do que o mercado privado”, em cargos semelhantes, em início de carreira.

Ele citou o exemplo de servidores de carreiras do ciclo de gestão, como Banco Central, onde o salário inicial é de R$ 16,9 mil, em média. Enquanto isso, no setor privado, economistas e administradores ganham, em média, R$ 6,3 mil e R$ 4,5 mil, respectivamente.

O governo também quer aumentar o prazo para que os servidores atinjam o teto salarial de suas respectivas carreiras. Hoje, há uma tabela de progressão salarial com 13 níveis. Pela proposta do governo, ela passaria a ter 30 níveis.

Teto salarial para o serviço público

O governo também propôs a imposição de teto remuneratório para todos os poderes do governo federal, estados e municípios. O limite proposto é o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), hoje em R$ 33.763.

A economia estimada somente com os servidores da União é de R$ 725 milhões por ano.

O teto, se aprovado, vai incluir “todas as verbas” recebidas pelos servidores, inclusive qualquer tipo de indenização, vantagens ou gratificações, como auxílio moradia, auxílio paletó, auxílio transporte e combustível. Atualmente, essas indenizações não entram no cálculo do teto.

Contribuição previdenciária mais alta

O governo também vai propor um aumento da contribuição previdenciária dos servidores públicos, de 11% para 14%.
De acordo com os ministros, o reajuste vai atingir a parcela do salário dos servidores que ultrapassar R$ 5,3 mil. Quem ganha até esse valor, porém, não deve ser atingido.

A expectativa é que medida gere uma arrecadação extra de R$ 1,9 bilhão em 2018.

Extinção de cargos

A medida vai atingir cargos do Executivo. De acordo com os ministros, serão fechados 60 mil cargos que não atendem mais a demandas do trabalho no governo, entre eles de datilógrafos.

Esses cargos estão atualmente vagos. O governo não divulgou a expectativa de economia, mas disse que a ação vai evitar a alta de despesas no futuro.

Tributos sobre fundos de investimentos

O governo propôs uma mudança na tributação sobre fundos de investimento fechados (que não são abertos ao público), que passará a ser anual. Hoje, a tributação ocorre apenas quando o fundo é encerrado ou quando o investidor resgata o valor aplicado.

A expectativa do governo é que a mudança gere uma arrecadação extra de R$ 6 bilhões no próximo ano. Meirelles explicou que a alíquota de tributação desses fundos não será alterada.

Benefício a exportadores

A equipe econômica também decidiu que não vai elevar o benefício para exportadores no ano que vem, por meio do chamado Reintegra.

A alíquota do programa, que “devolve” aos empresários uma parte do valor exportado em produtos manufaturados via créditos do PIS e Cofins, subiria de 2% neste ano para 3% em 2018.

Agora, a alíquota permanecerá em 2% no ano que vem, o que deve gerar um aumento na arrecadação de R$ 2,6 bilhões só em 2018.

Tributação sobre a folha de pagamentos

Outra medida é o aumento da tributação sobre a folha de pagamentos, que já havia sido anunciada neste ano, mas que ainda não passou pelo Congresso Nacional.

O governo espera reonerar o setor produtivo e arrecadar R$ 4 bilhões a mais no ano que vem. A medida, porém, ainda precisa passar pelo Congresso Nacional.

Fonte: G1/VG

Dia dos Pais teve comemoração descontraída na U. Escolar Virginia Rodrigues em SBRP

Por: Valdivan Alves
fotos: Euzimar

O evento reforçou a importância em trazer a família para participar de atividades dentro da escola
Na tarde do ultimo sábado (12/08) os pais dos alunos da U. Escola Virgina Rodrigues, no B. mutirão, comemoraram o Dia dos Pais de forma bastante descontraída, reforçando a importância que a paternidade tem na vida dos filhos. O evento foi coordenado pela diretora Euzimar, e  pelos professores.

Foi proporcionado uma momento de descontração e interação para que eles estejam cada vez mais próximos de seus filhos.

A festa teve início com musicas, churrasco e muita confraternização, no final, o semblante de todos os participantes refletia satisfação.

A educação escolar é muito importante, mas ela não substitui aquela que vem da família. Por isso é necessário preservar esses momentos, que são marcantes e aproximam a relação entre pais e filhos. Pois é importante trazer a família para participar de atividades dentro da escola. "Fica o agradecimento aos pais que participaram da festa, e à equipe de colaboradores (coordenadoras, professores, funcionários da cozinha e limpeza,vigias, e outros que não tenham sido citados), que, com trabalho, alegria e dedicação, proporcionou mais um dia marcante na Escola Virgina Rodrigues. A educação escolar construída em harmonia com a família é a certeza que formaremos pessoas capazes de superar diversos desafios. Esse momento lúdico em comemoração ao Dia dos Pais serve ainda mais para reforçar esse laço da escola com a família”, afirmou a diretora.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

MAIS Celebra culto alusivo ao dia dos pais em Chapadinha

Por: Valdivan Alves

 

No Dia dos Pais, ministérios de louvor apresentaram louvores de adoração e de homenagens durante os culto de domingo
  
Às vezes nos perguntamos onde procurar por mais conhecimento para lidarmos com nossos filhos. A Bíblia pode ser uma boa amiga nesses casos.

Os pais foram especialmente homenageados no domingo (13/08), Dia dos Pais, em um Culto da Celebração da data realizado na igreja do Ministério Apostólico Internacional Shalom. 

Datas como o dia dos pais devem ser celebradas pela Igreja para o engrandecimento dos valores familiares e abençoar os lares com mensagens que motivem o relacionamento. 
O templo cheio para homenagear os pais
A pastora Mariluz, que em sua mensagem falou da importância do pai na Família, sua responsabilidade e principalmente sua obrigação em educar, cuidar e manter uma família equilibrada. Ela leu o texto que está em João 1:12 e 13.

Os bons filhos e filhas obedecem ao seu pai, alegra-lhe o coração e não o envergonha!
Pastora Mariluz, ministrando a palavra
Pois sabem que o SENHOR prolonga os dias na terra daqueles que honram a seu pai.

Filhos sejam obedientes! Porque isto alegra ao SENHOR!
· 1. Gênesis 2:24

· "Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne".

· A cumplicidade entre o marido e a esposa é algo que dá segurança aos filhos. Eles percebem quando os pais se dão bem, que existe amor e respeito na relação. Além de trazer paz para o convívio da família, será o principal exemplo que os filhos terão de como se relacionar com outra pessoa no futuro.
· 2. Provérbios 22:6

· "Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele".

· Educar um filho é a responsabilidade dos pais. Escola, igreja ou outra instituição está para os pais como um suporte, uma ajuda. Os limites são estabelecidos pelo pai, mãe ou responsável legal.
· 3. Deuteronômio 6:6-7

· "E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te".
Os pais sendo abraçados e recebendo presente de seus filhos
No final, cada pai recebeu um presente e um lanche. Os jovens que integram aquele ministério se organizaram para fazer a homenagem aos pais pela passagem do seu dia com muita alegria e emoção.


Mais fotos do evento abaixo: